A tríade do ministério pastoral - Reflexão - Artigos - Instituto Jetro

carregando...
Home > Artigos > Reflexão > A tríade do ministério pastoral

A tríade do ministério pastoral


Publicado em 20.03.2018

É verdade que podemos compor uma tríade, um poderoso tripé dentro do ministério eclesiástico que possua uma gigantesca força para impulsionar nossa comunidade cristã? Sim! Penso ser verdade. Alguns líderes de sucesso utilizam essa tríade sem ao menos entender profundamente sobre ela. Ela existe e será revelada neste artigo.

Batizo como "A Tríade do Ministério Pastoral" para facilitar o entendimento do processo e utilizarei de quatro partes para apresentar essa ferramenta. Tenho certeza de que ela está em diversas organizações, mas estou convicto de que a ideia central veio da bíblia sagrada.
Estamos passando por uma turbulência eclesiástica aqui no Brasil. A turbulência é uma certeza e entender que não se pode deixar de passar por ela um sinal de maturidade. Toda a aeronave está estruturada para planar numa turbulência. O plano de voo prevê esse acontecimento e nem por isso os pilotos criam um atalho por conta própria. Eles se organizam para enfrentá-la.

Turbulências são como buracos no asfalto, mas diferentes no que tange poder cobrir ou desviar, caso do asfalto. Você não pode fugir e improvisar numa turbulência, você precisa se estruturar para voar sobre ela. Como num bom plano estratégico, faz parte do planejamento marcar os pontos de risco gerando alternativas nesses pontos. Ignorar os riscos é planejar o fracasso.

A turbulência que passamos atualmente não é uma novidade, as gerações anteriores passaram por ela. A novidade é a falta de estrutura ministerial para conservar o voo numa rota com turbulências.

Uma pesquisa realizada por uma equipe de desenvolvimento ministerial aqui no Brasil revelou que mais de 80% das pessoas que procuram um líder para se aconselhar o assunto é de âmbito emocional e não espiritual. Mas, quem os preparou para isso? Pense em quantas vezes uma pessoa procura o seu líder para tratar do mesmo assunto. Num ciclo vicioso a pessoa durante anos fala do mesmo problema. Isso prova que o problema não está resolvido. Com o tempo, isso vai desgastar e será justificado com a frase "as pessoas ouvem o que digo, mas não praticam".

Já outra pesquisa americana revelou que 90% das preleções oferecem conhecimento sendo os outros 10% de aplicação. As pessoas admiram a exposição, mas se perguntam "o que faço agora com isso?". Temos um problema estrutural.

A Tríade do Ministério propõe colocar um raio de luz na questão estrutural.

A interdependência é o primeiro elemento dessa tríade. Tudo o que é gerado numa Comunidade Cristã (igreja) exige uma interdependência. Os opositores a esse elemento são "dependência e independência".

A dependência s
e manifesta numa liderança centralizadora, que entende que ter o controle da situação é estar sempre apto para solucionar todo e qualquer problema. A sobrecarga será inevitável e o colapso logo chegará.
Numa outra via segue a solução usada para o problema da dependência que chamamos de independência. Eis aqui outro fator crítico. Devido aos desgastes, a solução mais comum é deixar que os problemas coletivos individualizem-se, evitando qualquer interferência, justificando um possível crescimento da massa que não acontecerá.

A liderança que cultiva a independência quase sempre evita se posicionar nos fatos mais críticos, algo que certamente fabricará pequenas bombas que poderão trazer uma explosão em cadeia.

Esses dois elementos, dependência e independência, vão gerar um movimento chamado "movimento sem deslocamento". Esse movimento se parece com o movimento da igreja atual. As pessoas estão fazendo, mas elas não chegam ao lugar esperado, com isso, a frustração é certa.

Bill Hybels enfatiza a interdependência como a solução para uma gestão ministerial saudável. Em estudos de gestão de equipes ela se opõe ao "grupo de trabalho" que seria uma espécie de ‘cada um faz o seu'. Ela é a verdadeira essência de equipe e pode ser gerada com um olhar fixo para três elementos inegociáveis no ser humano; paixões, dons espirituais e estilo pessoal, que trataremos na segunda parte desse artigo.

Se não houver entendimento dessas características, tudo que será possível cultivar é a dependência e a independência. Assim, as turbulências continuarão deteriorando a aeronave até que ela caia como diversas caíram na Europa.

Reprodução Autorizada desde que mantida a integridade do título, dos textos, mencionado o autor e o site http://www.institutojetro.com/ e comunicada sua utilização através do e-mail artigos@institutojetro.com.

Leia também
10 Dicas fundamentais para liderar equipes de alto desempenho
Sem delegação, só há irritação
Liderança egocêntrica

URL: http://www.institutojetro.com/artigos/reflexao/a-triade-do-ministerio-pastoral.html
Site: www.institutojetro.com
Título do artigo: A tríade do ministério pastoral
Autor: Weverton Miranda

Mais Lidos

carregando...

Comentários