Eu e minha capa - Liderança Pastoral - Artigos - Instituto Jetro

carregando...
Home > Artigos > Liderança Pastoral > Eu e minha capa

Eu e minha capa


Publicado em 28.07.2016

É comum encontrarmos na bíblia, versículos que apresentem a capa como utensílio presente no vestuário judeu. As vezes chegamos a confundi-la com a túnica, embora as duas tivesse o mesmo formato, elas se diferenciavam pelo valor atribuído a elas. Por exemplo: A túnica era utilizada rotineiramente e nunca a tiravam, até na hora de dormir ela estava presente, ao passo que a capa, também chamada de túnica exterior, era algo utilizado em ocasiões mais necessárias, como sair, viajar e até mesmo deixar empenhorada no caso de dívida, desde que não a retivesse durante a noite, pois ela também servia de cobertor em dias frios. E foi exatamente uma capa que gerou muitos problemas para um jovem!

Era o filho querido de Jacó.
O primeiro com a esposa amada Raquel, e a este uma dedicação maior era dada, isto se tornou visível e intrigante entre os demais filhos no dia em que lhe foi dado um presente: uma Capa de mangas compridas e de cores diversas (Gn 37:3-4). Esta foi a forma visível de manifestar o apreço de seu pai. Todo sorridente, José usava o que para ele era uma demonstração de amor paterno, contudo esta veio a si tornar o estopim de uma questão que resultou em rejeição e traição por parte de seus irmãos. Depois de ser ameaçado de morte acabou sendo vendido como escravo aos ismaelitas, mas a famosa capa não foi vendida nem destruída, mas sim devolvida toda salpicada de sangue ao pai Jacó que guardava consigo a lembrança de quem a usou (Gn 37:31-34).

Frustrado, ferido e desamparado.
José é levado ao mercado e de lá segue como escravo para a casa de Potifar, comandante da guarda de Faraó. Sem entender o que estava acontecendo, sem ver as coisas dando certo e tomando rumo outra vez. Como sinal de confiança recebe a autoridade de seu dono para liderar tudo em sua volta (Gn 39:1-5). Como sinal disto precisava trocar as vestes sujas e rasgadas por uma capa egípcia que dignificava sua liderança na casa.

Entretanto esta capa esteve presente outra vez no cenário que resultou em profundas dores na alma. A mulher de Potifar se engraça de José e estando a sós se lança sobre ele. Ela se desespera em ver um escravo rejeitando-a, apodera-se dele que ao fugir acaba deixando um pedaço da capa em seu poder e justamente esta capa veio a ser o motivo que reforçou a acusação feita pela mulher insana (Gn 39:11-15).

Livre da sentença de morte.
José foi levado à prisão egípcia e lá após alguns feitos, recebe uma ordem para comparecer à presença do Rei, pois veio a ser lembrado por seu companheiro de cela que contou a Faraó o modo como o hebreu interpretava os sonhos. E o que vem junto? Uma nova capa (Gn 41:14)! Fico imaginando o que se passa na cabeça de José nesta hora, pois a capa estivera presente nas duas ultimas vezes que seu coração foi ferido resultando em dores incalculáveis. Cheio de coragem, José toma a capa e vai. Não mais para ser ferido e sim a curar outros, não mais condenado e sim para ser agente de salvação para outros.

Esta capa representa o seu chamado (1Rs 19:19-20) e o que no início foi motivo de imensa alegria pode ter ocasionado dores que fizeram você ficar como a capa de José (ensanguentada), e mesmo sendo forte, lutando contra tudo e todas as situações em sua volta, você prosseguiu, mesmo que seu chamado se viu nas mãos de pessoas insanas que a todo custo procuram tirar a honra de seu chamado. E o medo se tornou seu amigo! Frustrado você até pensa em deixar tudo e viver sua vida comum. Sendo apenas um servo! Entretanto não esqueça que quem te feriu e traiu não foi o mesmo que te deu a capa, e que mesmo com tudo isto ela está guardada nas mãos de quem a fez, seu Pai ainda espera vê-lo desfrutando dela. Sua audiência com o Rei já está marcada e se aproxima o dia em que tudo isto será explicado. Então sem medo ouça o que o Anjo diz: Põe a capa e segue-me! (At 12:8)

Reprodução Autorizada desde que mantida a integridade dos textos, mencionado o autor e o site http://www.institutojetro.com/ e comunicada sua utilização através do e-mail artigos@institutojetro.com

Leia também
Caráter e Liderança
A estratégia de José
Fugindo da imoralidade sexual
Corda na barriga ou corda no pescoço

URL: http://www.institutojetro.com/artigos/lideranca-pastoral/eu-e-minha-capa.html
Site: www.institutojetro.com
Título do artigo: Eu e minha capa
Autor: Adriano Alves Menezes

Mais Lidos

carregando...

Comentários