Quem pode nos dar uma mão? - Gestão de Pessoas - Artigos - Instituto Jetro

carregando...
Home > Artigos > Gestão de Pessoas > Quem pode nos dar uma mão?

Quem pode nos dar uma mão?


Publicado em 23.08.2016
Quem pode nos dar uma mão? Será que realmente teremos necessidade de ajuda? Ou quem estará disponível para nos socorrer na hora do aperto?  Ao longo da nossa existência teremos a necessidade do suporte de um terceiro.

Liderar cerca de dois milhões de pessoas com recursos escassos e um povo com mentalidade de escravo foi o grande desafio para Moisés. Usamos como exemplo uma síntese da história do Líder Moisés, tido como uma das maiores lideranças.

Algumas fases da vida de Moisés:

Moisés Bebê (90 dias) - Êxodo 2.1:7

Necessitou da proteção da sua Irmã, mais velha, que num ato de coragem não só o acompanhou durante toda a trajetória no rio, como teve ousadia em abordar um adulto. Vale enfatizar que não era um adulto qualquer, era a filha do Faraó.
Além da abordagem ela oferece uma solução especifica diante de um cenário onde haviam centenas de mães de leite. Moisés teve o privilégio de ter uma irmã de extrema coragem e atitude. (Óbvio que atribuímos o controle total ao Senhor, mas ELE sempre usará pessoas disponíveis para serviços especiais). 

Miriam representa proteção para a vida de Moisés.

Moisés quando recebe o chamado - Êxodo 4.10

Depois de ter experiências de coisas inéditas Moisés se desculpa por ter uma limitação fundamental no que diz respeito a qualquer negociação. Não sabia negociar, não havia desenvolvido a habilidade de falar.
Deus se irrita com a postura de Moisés e diz: Aquilo que falta em você eu já habilitei em seu irmão Arão.
Deus nos fez limitados para que desenvolvêssemos a parceria com o próximo. Para aplicarmos a interdependência.
Um ato difícil, pois somos estimulados a não depender.

Arão representa complemento na área deficiente de Moisés.

Moisés antes de entrar na estação do deserto - Números 10.29:33

Ele pede auxilio para um guia, Hobabe, que tinha conhecimento sobre o deserto. Reconhecer nossa limitação para enfrentar o desconhecido é expressão de um coração humilde.
Hobabe prefere o ambiente familiar do que auxiliar Moisés, auxiliar outro povo, auxiliar outra cultura. Porém Moisés não abre mão, ele insiste, faz promessa. Explica que receberam da parte do Senhor promessas e faz um trato, se comprometendo a compartilhar estas promessas com Hobabe.

Reconhecer nossa limitação e não ter orgulho em pedir auxílio para os especialistas. Ser transparente em declarar a necessidade e também afirmar que no momento da celebração o "queneu" também terá sua parte.

Hobabe representa guia para enfrentar o desconhecido.

Moisés em outro estágio da sua Liderança - Êxodo 18.17

Moisés recebe a visita do seu sogro e testemunha como Deus foi poderoso em toda esta trajetória.
Jetro escuta Moisés o dia inteiro. A arte de escutar, digerir tudo que escutou. Saber qual é a dificuldade.
Escutamos alguém e de imediato queremos dar uma resposta.
No dia seguinte Jetro acompanha o expediente de liderança de seu genro. Ao final dá um relatório não muito agradável:
Moisés o que fazes não é bom!
Como você reagiria se estivesse no lugar de Moisés?
Aprendo com Moisés quando ele expressa o ato de submissão ao conselho. Se organiza para colocá-lo em prática. Este conselho não só aliviaria a carga da gestão como também proporcionaria a Moisés viver mais algumas estações.

Jetro, o consultor de gestão de liderança trouxe alívio. Um dos primeiros Coach em Gestão de pessoas.

Moisés no término do seu chamado - Números 27.16.17

Recebe o convite de Deus para ver a terra, porém não entraria por um ato de rebeldia.
Interessante que Moisés não vai reclamar, tentar pedir uma segunda oportunidade ao Senhor.
Admiro seu pedido: Ciente do término da sua missão ele pede para que Deus não deixasse o povo sem uma direção, sem um líder.

Durante nossa trajetória só teremos sucesso se entendermos quem são as Mirian's, os Arão's, Hobabe's, Jetro's ou Josué's em nossa vida. Estas serão pessoas de extrema importância para cumprimos nosso chamado.

O Criador nos formou limitados de propósito para que tivéssemos a dependência Dele e a interdependência do nosso próximo. Prova desta verdade está registrada no livro dos Gênesis 2.18, quando nos alerta sobre o perigo da solidão: Não é bom que o homem (Adão) esteja só. Necessitamos de um igual para nos desenvolvermos como pessoa, por mais terrível que este igual possa ser. As vezes o que estamos percebendo nele não é nada além do que a amplificação daquilo que está dentro de nós.

Josué representa a continuidade da liderança, saber passar o bastão. Reconhecer seu tempo, seu ciclo. Importante pontuar que Josué caminhou com Moisés durante vários anos, conhecia bem aquele povo e suas demandas.

Se temos um ponto fraco podemos até investir para melhorar, mas podemos poupar o esforço se pedirmos ao Senhor sensibilidade para enxergar nossas falhas e encontrarmos aqueles que foram enviados para nos completar.

Reprodução Autorizada desde que mantida a integridade dos textos, mencionado o autor e o site www.institutojetro.com e comunicada sua utilização através do e-mail artigos@institutojetro.com 

Leia também
Coração de líder
A importância do queneu em nossa trajetória
Inadequados para o ministério

URL: http://www.institutojetro.com/artigos/gestao-de-pessoas/quem-pode-nos-dar-uma-mao.html
Site: www.institutojetro.com
Título do artigo: Quem pode nos dar uma mão?
Autor: Enoque Caló

Mais Lidos

carregando...

Comentários