Marca: na mente ou no coração - Comunicação e Marketing - Artigos - Instituto Jetro

carregando...
Home > Artigos > Comunicação e Marketing > Marca: na mente ou no coração

Marca: na mente ou no coração


Publicado em 20.09.2011

A vida é uma viagem cheia de apreensões, expectativas, experiências, ilusões, realidades, que ao gerarem emoções provocam sentimentos e despertam novos desejos. A busca por momentos melhores na vida leva as pessoas a certa inquietude instigando o interesse por novas aventuras.

O atendimento a essas expectativas é feito com experiências referenciais que são criadas por essas mesmas ilusões e também senso de realidade. Com base nesses referenciais, criam-se símbolos que servem como identificação. As pessoas procuram se igualar aos seus ícones para serem diferentes da maioria, em busca de superação de suas limitações e de seus próprios referenciais.

O ícone não só identifica o que se quer ter, mas o que se quer ser.
Ícones podem se transformar em marcas e expressar os desejos do homem.
As marcas podem se associar a produtos para atender esses desejos.
Com isso, novos e diferentes produtos/serviços se tornam o alvo das expectativas humanas.

Cada objetivo atingido pelo homem o leva à novas necessidades, em busca de novas sensações. A mente desse espectador é como uma tela branca, aguardando a pintura certa. Um espaço vazio a ser preenchido.

Quem souber completá-la, com as cores certas, terá um espaço em sua mente e o tornará um consumidor e seu cliente. Ao entender a identificação do público com a marca passamos a compreendê-lo melhor e a atender suas expectativas.

É importante lembrar que somos mais impulsionados pelas nossas percepções do que pelas realidades. No mundo moderno, você é o que você come, bebe, veste e usa.
Essa gravação é feita a fogo, que é próprio significado da palavra brand!
Na nossa mente, ao nos comportamos como nossos ícones, nos tornamos parecidos com eles, nos igualamos ou os superamos.

Nessa batalha por evidenciação, a marca é uma referência de superação para quem tem acesso e para quem cria. A marca carrega em si a ilusão da promessa de ser o passaporte para o sentimento de realização. A marca é a expressão dos desejos do homem. Algumas vezes representa uma clara manifestação, outras uma misteriosa manifestação dos desejos de quem cria e de quem se identifica com ela.

Ocupar a mente ou o coração?

Basta observar que as modas costumam atender grandes insatisfações ou expectativas de grupos bem definidos de pessoas. Muitas marcas nascem em pequenas organizações e nas periferias das cidades por causa da maior proximidade de seus criadores com os acontecimentos. A marca visa diferenciar o produto/serviço. É a mensagem à procura de identidade. O sucesso se dá quando a mensagem encontra aconchego em algum destino.

Entender o sucesso da marca é entender as expectativas dos homens, suas realidades e sonhos. A aceitação de uma marca carrega em si mais informações que qualquer estudioso do comportamento possa imaginar.

Marcas estabelecem registros de gerações. Marcas mudam comportamentos e, fatalmente, acabam sendo influenciadas por estes. Por essa razão, um chinelo, um sabonete, um alimento  atravessam gerações, enquanto bens de maior valor como carros deixam de existir.

O homem quer bem-estar, saúde, conforto, reconhecimento e destaque. Por essa razão, está sempre em busca do produto/serviço mais saudável, mais gostoso, mais bonito, mais confortável, mais respeitável, que dê status, que o coloque em evidência.

O Oscar, por exemplo, nada mais é do que uma marca de atendimento as necessidades de reconhecimento. Nesse sentido, consome-se mais a marca que o produto/serviço.

Para o consumidor, um produto, uma organização, não basta serem os melhores, têm que parecer melhores. Aproveitar o momento permite conquistar a mente do consumidor, criar o momento, a conquista do seu coração.

Na sua organização ao criar produtos/serviços e marcas lembre-se que a mensagem é muito simples: "Conquiste minha mente e lembrarei de ti, conquiste meu coração e não te esquecerei".

Reprodução Autorizada desde que mantida a integridade dos textos, mencionado o autor e o site http://www.institutojetro.com/ e comunicada sua utilização através do e-mail artigos@institutojetro.com

Leia também
A igreja e o reconhecimento de sua marca
Branding como ferramenta gerencial da marca nas igrejas

URL: http://www.institutojetro.com/artigos/comunicacao-e-marketing/marca-na-mente-ou-no-coracao.html
Site: www.institutojetro.com
Título do artigo: Marca: na mente ou no coração
Autor: Ivan Postigo

Mais Lidos

carregando...

Comentários