As perspectivas da comunicação de Jesus - Comunicação e Marketing - Artigos - Instituto Jetro

carregando...
Home > Artigos > Comunicação e Marketing > As perspectivas da comunicação de Jesus

As perspectivas da comunicação de Jesus


Publicado em 16.04.2010
Muito se diz de comunicação, um tema inesgotavelmente discutido em uma época em que, especialmente, a famosa rede "www" (Internet) nos "bombardeia" com assuntos muitas vezes inimagináveis. Em meio a esse "mar de informações" estamos naufragados em conceitos perdidos com práticas inexistentes, pois dificilmente conseguimos associar a teoria com a vida.

A comunicação não é um método estático que funciona para todos. Deve-se observar, através de uma pesquisa, o perfil dos públicos-alvo e assim, planejar estrategicamente sua prática com cada um deles. A dificuldade não está em informar, e sim em comunicar o necessário no momento apropriado. Então, qual o segredo de comunicar-se da maneira certa?

Dentre os vários conceitos envolvendo a comunicação, há três perspectivas que merecem ser citadas e exploradas para um bom entendimento das diversas maneiras de se comunicar: a comunicação informacional, dialógica e relacional.

Comunicação Informacional

Neste caso, a comunicação é tratada como informação. Ela segue unidirecional, saindo do emissor da mensagem e chegando ao receptor sem avaliar sua posição diante do que foi informado. Jesus falou às multidões quando se coloca no monte para ensinar as bem-aventuranças (Mt 5.1-2). Não há registros de um diálogo ou um relacionamento da multidão com Jesus durante esta comunicação. Jesus soube usar da oportunidade em meio a multidões para ensinar, comunicando como informação.

Comunicação Dialógica

O eixo central desta perspectiva é o diálogo. Este existe pelo compartilhamento de idéias e experiências. Há o retorno da informação pelo receptor (feedback), caracterizando um sentido bidirecional da comunicação, no qual a mensagem sai do emissor, chega ao receptor e uma nova mensagem de resposta a inicial volta ao emissor. Há vários diálogos entre Jesus e os discípulos, ou com outras pessoas descritas na Bíblia. Um exemplo foram as múltiplas conversas com Pedro, quando Ele o repreende (Mt 16.22-23), ou quando Ele o chama para apascentar suas ovelhas (Jo 21.15-17), dentre outros momentos.  Em cada uma Jesus interage com Pedro por meio do diálogo, Ele sabe com quem está falando, conhece a personalidade de Pedro, suas dúvidas, anseios e expectativas, e reconhece isso em cada reação percebida (mensagem emitida por Pedro).

Comunicação Relacional

Neste caso, a comunicação acontece quando se constrói uma comunidade, ou seja, um grupo de pessoas, que se relacionam unidos em um objetivo comum. A Comunicação Relacional é estudada sob uma análise conjunta de três dimensões: a primeira é a relação entre os sujeitos; a segunda é a observação das trocas simbólicas; e a terceira é o contexto sócio-histórico da situação. Jesus se envolveu com pessoas que representavam várias "comunidades", consideradas na época impuras diante da sociedade (contexto-histórico), como Zaqueu, chefe dos cobradores de impostos (Lc 19, 1-10), o leproso, doente isolado da sociedade (Mc 1.40-42) e a mulher hemorrágica (Mt 9.20-22). E em cada contexto, havia um ensinamento com mensagens diferentes de salvação e cura.

Pensando assim, cada um de nós participa de várias comunidades, como por exemplo, a família, trabalho e igreja, dentre outros. A igreja também pode ser considerada uma "comunidade", pois possui pessoas distintas que se mesclam, criando um grupo unido em favor de um objetivo comum com características peculiares diferentes das outras "comunidades", como a linguagem especifica, o "crentês".

Jesus comunicou de diversas formas e com várias comunidades e pessoas. Sua disposição em observar e entender cada vida e cada situação fez dele o maior comunicador da história. Ele comunica a mensagem da Cruz há mais de 2 mil anos e até hoje faz dela inclusiva a todos.

Ele utilizou-se não apenas de uma, mas das três perspectivas da comunicação em momentos oportunos, buscando alcançar vidas e oportunidades de informar, dialogar e se relacionar.

Cabe a nós, mensageiros da Palavra de Deus, saber observar e comunicar estrategicamente esta mensagem sem deteriorar sua essência e de uma maneira em que cada um a entenda, gerando relacionamentos. Assim, seguiremos os passos Dele.

Reprodução autorizada desde que mantida a integridade dos textos, mencionado o autor e a fonte como: http://www.institutojetro.com/ e comunicada sua utilização através do e-mail artigos@institutojetro.com.

Leia Também:
Você precisa comunicar ou informar?
Liderança sem comunicação é fantasia

URL: http://www.institutojetro.com/artigos/comunicacao-e-marketing/as-perspectivas-da-comunicacao-de-jesus.html
Site: www.institutojetro.com
Título do artigo: As perspectivas da comunicação de Jesus
Autor: Henriene Cristina Saconatto

Mais Lidos

carregando...

Comentários