Artigos

Compartilhe

Gestão de Pessoas

O que as frustrações têm a nos dizer?


Quero compartilhar sobre o que vem a ser a frustração e como ela se manifesta: frustração é um sentimento, uma emoção que ocorre quando algo que era esperado não ocorreu. A frustração ocorre quando uma vontade não ocorreu independente do motivo; é claro que existem fontes internas e externas. As fontes internas podem ser sentimentos, como o medo e a falta de confiança e diante disso a única coisa a fazer é: dispor-se a mudar lançando sobre o Senhor aquilo que pode ser mais forte que você.

Já as fontes externas são fatos e condições fora do controle de cada um, como falta de dinheiro e etc. A frustração só ocorre quando existem altas expectativas. Para não se ter sentimentos como a frustração, o ideal é não esperar muito das pessoas e das coisas; para não se magoar. Lance suas expectativas em Deus e confie que Ele lhe reservará o melhor.

Não colocar a expectativa nas pessoas, será isso possível?

Ao mesmo tempo em que tento fazê-los entender algo tão delicado, me vem à luz um texto descrito na palavra. “Maldito é o homem que confia no homem”. É óbvio que sempre esperaremos uns dos outros na relação de demanda, pois relacionamento é troca, mas não poderemos fazer dos relacionamentos cabos de salvação, nossa salvação só virá do Senhor.

É fundamental a presença do Espírito Santo, pois à medida que vão surgindo dúvidas e questionamentos, à medida que vamos esboçando nossos sentimentos e lamentos o próprio Espírito nos constrange levando-nos a não sentir, e a não pensar como um homem comum que se lamenta, critica, rebela-se e nada entende. Pensando como um filho que se abre para chorar e pedir ajuda ao Pai diante de lutas, decepções e alvos a serem alcançados.

Ao longo desta caminhada com Deus, Ele tem-nos feito perceber que as frustrações fazem parte da carreira de um homem de Deus e tudo isso acaba colaborando para tornar-nos mais fortes, e decididos quanto ao que verdadeiramente queremos. Na Bíblia vemos alguns homens tendo que lidar e superar suas frustrações. Caso contrário, não poderiam ser honrados. Então parafraseio: a frustração é uma ferramenta para olharmos e atentarmos a quem verdadeiramente é e sempre será a nossa força, o Senhor.

Muitas coisas nos fazem fortes e motivados, como: a aprovação, a conquista, o sim, o estou contigo, etc. Tudo isso é bom, porém, pode nos enaltecer e levar à escolhas segundo os nossos conceitos e valores. Só que a vida em Deus não é assim.

 A proposta deste artigo é fazer-te entender que o Pai sabe dos altos e baixos de suas emoções, contudo é importante que saibas que jamais poderá permitir que suas emoções e sentimentos dominem sua vontade maior que é vivenciar a presença de Deus na íntegra em sua vida para assim desfrutares do seu milagre.

 Analisando o texto de I Samuel, capítulo 1, vejo este lema aplicado na vida de Ana, uma mulher casada que tinha que dividir o seu marido com outra mulher, porque ela não poderia dar a ele filhos. Porém, mesmo assim esta mulher não perdeu o prazer de culto, pelo contrário, quando tinha oportunidade se punha aos pés do Senhor. Muito tempo se passou, mas, não perdeu a fé. O tempo não era o seu inimigo e sim seu aliado, pois ao invés de esmorecer diante de tantas frustrações, ela persiste.

Pense: não importa o que vão dizer de você caso decida lutar por algo que para você seja muito importante e para outros, um detalhe. Que tenhamos em nossos corações a certeza que o nosso milagre não foi abortado e sim, está sendo gerado.

Permaneça conectado com os céus ainda que ele pareça estar fechado. Em breve o novo se estabelecerá!

Reprodução Autorizada desde que mantida a integridade dos textos, mencionado o autor e o site http://www.institutojetro.com e comunicada sua utilização através do e-mail artigos@institutojetro.com

Leia também
Por que pastores se suicidam?
Jó e o nosso sofrimento
Chega de angústia
Angústia faz parte