Artigos

Compartilhe

Estratégia e Planejamento

Procrastinação: um mal a ser vencido


Baseado em Êxodo 8.1-15

O que significa procrastinação? Procrastinação é o ato de deixar para depois, adiar, postergar, demorar ou delongar aquilo que deve ser feito. Ao ler este texto fiquei incomodado com o enunciado do faraó: “Amanhã”. Moisés diz para faraó que dele é a honra de dizer quando deve orar para que a praga de rãs deixe o Egito, e, faraó responde: “amanhã” (v.10). As rãs ocuparam cada centímetro das casas dos egípcios, a situação é insuportável, mas faraó diz: amanhã. Semelhante a faraó, procrastinamos decisões importantes de nossa vida.

O procrastinador não considera:

A abrangência da decisão. Faraó não considerou que sua família estava sofrendo com as rãs. Que uma nação inteira estava sofrendo com as rãs. Mas por causa da procrastinação do Faraó a nação egípcia vai passar mais uma noite com as rãs. O mesmo acontece em nossa vida, quando pessoas são atingidas por causa de nossa procrastinação.

A urgência da decisão. Ninguém suportava mais um minuto se quer na companhia das rãs. Os egípcios tem urgência em se livrar daquilo que lhe causa desconforto e sofrimento. Mas Faraó retarda a sua decisão, não considera a urgência em livrar-se das rãs. É urgente porque se trata da própria vida.

A intransferibilidade da decisão. “Moisés disse ao faraó: Tua é a honra de dizer-me quando devo orar por ti” (v.9). Somente faraó podia tomar a decisão. Faraó não podia transferir a decisão para outra pessoa. Há pessoas que querem que outros decidam em seu lugar.

Por que procrastinamos? Procrastinamos pelos mesmos motivos de faraó:

Esperamos que as coisas se resolvam sozinhas. Faraó procrastina a decisão para outro dia. Ele faz isso esperando que até o dia seguinte as coisas se resolvam sozinhas, de outra maneira, para que ele não precise fazer nada. Há três tipos de pessoas: As que veem as coisas acontecerem, as que esperam as coisas acontecerem e as que fazem as coisas acontecerem. Faraó era aquele tipo de pessoa que espera as coisas acontecerem. Até quando você vai esperar que as coisas se resolvam por si mesmas?

Não queremos nos posicionar. Faraó não decide! Deixa para amanhã! Por que ele protela a decisão? Para não se comprometer. Ele não quer empenhar a palavra dele, para não precisar voltar atrás mais uma vez. Prefere passar mais uma noite com as rãs que se comprometer com uma tomada de decisão. Uma característica do procrastinador é não se prender a compromisso nenhum. Certa vez, uma senhora me procurou desejosa de internar o seu marido, alcoólatra, em uma Clínica de Recuperação. Expliquei para ela quais seriam os trâmites necessário para interná-lo, ela concordou e empenhou sua palavra em fazer tudo o que fosse necessário. Então eu disse para ela: A sua vida e a da sua família, podem ser transformadas hoje, se você decidir por JESUS. Ela procrastinou essa decisão, preferindo passar mais uma noite com as rãs.

Condicionamo-nos ao status quo. Aquilo que parecia insuportável para o faraó, tornou-se possível por mais uma noite. Faraó se condicionou a situação (conviver com as rãs). Isso acontece em nossas vidas. Aquilo que outrora era inconcebível agora se torna possível. Aceitamos as coisas e nos adequamos a elas. Nos conformamos com as coisas. Até quando você vai se conformar?

O que você está procrastinando em sua vida? Que decisão você está protelando? Você já pensou como a procrastinação afeta a tua vida e a vida das pessoas que te cercam?

Reprodução Autorizada desde que mantida a integridade dos textos, mencionado o autor e o site http://www.institutojetro.com/ e comunicada sua utilização através do e-mail artigos@institutojetro.com

Leia também 
Procrastinação não combina com gestão
O líder e a gestão do tempo
Compromisso e comprometimento